Práticas Integrativas


As práticas Integrativas e complementares são terapêuticas tradicionais de diferentes culturas, muitas são usadas há milhares de anos. O aspecto que as une é a integralidade, ou seja, compreendem o ser humano a partir de sua totalidade e complexidade para oferecer recursos de tratamento e promoção da saúde.

“Tais sistemas e recursos envolvem abordagens que buscam estimular os mecanismos naturais de prevenção de agravos e recuperação da saúde por meio de tecnologias eficazes e seguras, com ênfase na escuta acolhedora, no desenvolvimento do vínculo terapêutico e na integração do ser humano com o meio ambiente e a sociedade. Outros pontos compartilhados pelas diversas abordagens abrangidas nesse campo são a visão ampliada do processo saúde-doença e a promoção global do cuidado humano, especialmente do autocuidado.” (Ministério da Saúde – http://dab.saude.gov.br/portaldab/ape_pic.php)

Felizmente essas técnicas são cada vez mais aceitas e comprovadas cientificamente em diversos países assim como no Brasil, onde muitas já foram implementadas no Sistema Único de Saúde (SUS) através da Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares no Sus. É a união da ciência com a tradições de saúde popular em prol do cuidado!

 

Ver lista de práticas integrativas do Energia.